terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Esta é das minhas

E de quem é a culpa de tanta insegurança à solta?, perguntou o JN à vice-presidente do Conselho Executivo da Secundária da Maia, Lucinda Maia. "Da DREN (Direcção Regional de Educação do Norte)", responde prontamente e sem tibiezas. "Já enviámos vários ofícios e, no primeiro período, deram-nos um crédito de horas (288 horas) para contratar tarefeiros em regime de part-time. A solução foi ineficaz e não resolveu o probelma", respondeu a docente.

Não deve ser fácil pertencer ao um Conselho Executivo de uma escola do norte, carago, e dizer "sem tibiezas"que a culpa pela "insegurança à solta" é da Margarida "Popota" Moreira.
Aí! Valente Lucinda Maia!
Reitor

3 comentários:

  1. Ó excelentíssimo sr. dr. Reitor não diga que a colega Lucinda Maia é das suas. Desculpe,mas não é verdade! Ela, a valente, como lhe chama eu subscrevo não precisa de anonimato para nada...Isso sim é que é coragem!

    "A única coisa que ofende é a verdade" Provérbio francês

    Francisco Trindade
    http://franciscotrindade.blogspot.
    com/

    ResponderEliminar
  2. Percebo bem a sua curiosidade Francisco. Por favor, não me trate por dr., nem por engenheiro :-).
    Olhe que há muitos valentes no anonimato.
    E, nada me custa testemunhar a sua valentia. Afinal, você assina com nome próprio.
    " Depois da batalha aparecem os valentes"

    ResponderEliminar
  3. Tratei-o por Doutor porque um Reitor tem que ser doutor ou engenheiro. Se calhar no mundo que Sócrates e Maria de Lurdes querem construir, isso talvez não seja fundamental...
    Mas não me interprete mal: estamos do mesmo lado da barricada, tenho no meu blogue um link para o seu e publico alguns dos seus textos...
    Quanto a coragem era um tema que nos levaria muito longe n`est ce pas?
    Mas veja este texto que nem sequer considero de uma grande coragem:

    http://franciscotrindade.blogspot.com/2009/02/professores-quadro-de-honra.html#links

    Francisco Trindade

    ResponderEliminar