segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Hã! Que Dizes?

 


Ministra Alexandra Leitão prefere app facultativa e não revela se instalou a StayAway Covid

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública acrescenta que “é preciso que o discurso das liberdades seja feito” e que esta escolha deve ser “do foro pessoal”.


Esta acólita e está a ganhar asas.


quarta-feira, 7 de outubro de 2020

O Maior Cúmplice Da Expansão Da República Chuchalista







 

Este é o mesmo governo que afastou Joana Marques Vidal. Este é o mesmo governo que acaba de contornar a escolha de um júri europeu independente para o lugar de procurador europeu (painel de que, por sinal, Vítor Caldeira fazia parte), fazendo prover no cargo o seu candidato de preferência

 

Os Exemplos Vêm De Cima

 


O Ministério Público considerou indiciado que no dia 11.10.2018, o Conselho Geral a que a arguida presidia concluiu a sua intervenção no processo avaliativo de uma docente que exercia, em comissão de serviço, as funções de directora de agrupamento, deliberando uma proposta de classificação final, com atribuição de nota; e que a arguida, apesar de saber do carácter confidencial desta proposta, procedeu à sua divulgação por e-mail junto de professores, assistentes operacionais e assistente técnicos de uma das escolas do agrupamento da avaliada, assim como ordenou a afixação da mesma em todas as escolas do mesmo agrupamento, nos locais destinados à divulgação de informações.

Portanto, a presidente do conselho geral divulgou por todo o agrupamento a avaliação que o órgão fez à Diretora? É isto? 
Fez um "bonito" serviço e deve merecer louvor de toda a comunidade educativa que representa.


terça-feira, 29 de setembro de 2020

A Paixão Socialista Pela Escola Privada


Colégios privados sem mãos a medir para tanta procura

 

Vejam Ali, Entre Os 5 e os 9 Segundos, o Stôr Filinto a Fugir Cobardemente Da Câmara e a Deixar a Má Notícia Para a Sua Vice


GAIA: ALUNO INFETADO COM COVID-19 COLOCA TURMA EM ISOLAMENTO PROFILÁTICO


O stôr Filinto é um grande educador e não se cansa de dar lições de cidadania ao povo. Hoje na TVI deu-nos mais uma lição daquela cidadania que querem impingir nas crianças. 
Foi vê-lo, literalmente, a fugir a sete pés da câmara e deixar a pobre vice-presidente a assumir a má notícia de ter um infetado no seu agrupamento. 
Vejam logo no início, a partir do 5 segundos, o exemplo que o Stôr Filinto dá ao país.
Em vez de perder tempo a ser porta-voz e a dar graxa ao ministro, deveria ter tomado medidas para evitar as infeções na sua escola.
E diz a pobre da vice que os alunos vão ter aulas à distância! Esperamos para ver, stôr.


quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Payday



Uma no prego:

Os pais serão, naturalmente, os primeiros educadores e nunca o sistema educativo os quis substituir. No entanto, a Escola sempre foi um complemento fundamental nesta nobre tarefa de educar.


Outra na ferradura:

Porque à Escola cabe cuidar do hoje e do amanhã, preparando da melhor forma os cidadãos e a sociedade vindoura. Porque à Escola cabe cuidar do futuro, para que o futuro cuide de nós, estamos com a Cidadania…! 

Ana Cláudia Cohen, Directora do Agrupamento de Escolas de Alcanena
Ana Pina, Directora da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto
António Castel-Branco, Director do Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro
Cesário Silva, Director do Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente
Clara Félix, Directora do Agrupamento de Escolas de Azeitão
Dulce Chagas, Directora do Agrupamento de Escolas de Alvalade
Fernando Elias, Director do Agrupamento de Escolas de Colmeias
Francisco La Feria, Director do Agrupamento de Escolas n.º 2 de Serpa
Hélia Rodrigues, Directora do Agrupamento de Escolas Matilde Rosa Araújo
Isabel Santos, Directora do Agrupamento de Escolas da Caparica
Isabel Silva, Directora do Agrupamento de Escolas de Alpiarça
Isilda Loureiro, Directora do Agrupamento de Escolas Gil Paes
João Paulo Mineiro, Director da Escola Secundária Quinta das Palmeiras
Jorge Tavares, Director do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita
José Conceição Bentes Guerreiro, Director do Agrupamento de Escolas de Paredes
Júlia Gradeço, Directora do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro
Luís Novais, Director do Agrupamento de Escolas da Batalha
Lucinda Ferreira, Directora do Agrupamento de Escolas de Santa Maria da Feira
Maria Celeste Sousa, Directora do Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria
Margarida da Franca, Directora do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano
Maria da Graça Oliveira, Directora do Agrupamento de Escolas de Carcavelos
Mário Rocha, Director do Agrupamento de Escolas do Cristelo
Nuno Mantas, Director do Agrupamento de Escolas da Boa Água
Nuno Moutinho, Director do Colégio das Terras de Santa Maria
Paulo Almeida, Director do Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira
Sara Guardado, Directora do Agrupamento de Escolas de Atouguia
Teresa Lopes, Directora do Agrupamento de Escolas Ibn Mucana


O discurso dos subscritores é o mesmo do SE Costa (ouvir aqui), e o manifesto tem mão da Infante Santo. Solícitos foram, mas acho que desajudaram
Nos últimos séculos, os portugueses não têm feito boas escolhas quanto ao seu futuro, mas daí até deixarem nas mãos do Estado, ou seja nas mãos de umas quantas anascláudias, anaspinas e quejandos o futuro dos filhos vai uma distância da Terra à Lua. Os portugueses, mesmo os mais pobres e desvalidos não são doidos a ponto de se fiarem na escola para cuidar do futuro dos seus filhos.

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Ora Bem. Cá Está Um Belo Exemplo Para a Aula De Cidadania e Desenvolvimento Desta Manhã.

 



O Presidente da República disse não querer falar para já em detalhe, mas referiu-se sempre ao caso como “a posição do primeiro-ministro relativamente às eleições do Benfica” e não a posição do “cidadão”, como tinha feito Costa

O Costa, não este, mas o acólito da educação, virá explicar que os professores devem ensinar nas aulas de cidadania a diferença entre participação ativa do Costa cidadão no apoio ao Vieira, candidato a presidente do Benfica,  e participação ativa do Costa, primeiro-ministro, no apoio ao Vieira que está a ser investigado em vários processos-crime ligados a subornos, corrupção e outros. 
Como não há domínio na educação para a cidadania onde se possa abordar este fenómeno, proponho a criação de um novo: "Exercício de Cargos Públicos"


domingo, 13 de setembro de 2020

A Senhora Procuradora Ficava Em Muito Boa Companhia Se Integrasse a Comissão De Honra do Filipe Vieira



Perante, a discussão que por aí vai sobre a "inútil", nas palavras do Sr. deputado socialista Sérgio Sousa Pinto, disciplina de Cidadania, diz a douta magistrada, defensora dos direitos da criança:
Barrar ensino superior público a quem recuse aulas de Cidadania pode ser solução, diz magistrada
Assim, se os pais não quiserem que os filhos frequentem a tal disciplina "inútil", não se reprova os alunos. Espera-se que atinjam os 16 anos e submetem-se à tortura: ou a frequentam ou não acedem ao superior. 
Uma bonita lição de cidadania que, por si só, deve colocar todos os portugueses de pé atrás. Se uma magistrada tem ideias destas, não é de admirar que os magistrados mais capazes sejam preteridos pelo poder político para o exercício de cargos públicos em favor dos menos capazes.  
Ou que tenhamos tido um primeiro ministro vigarista.
Ou que tenhamos um primeiro ministro que não vê mal nenhum em integrar a comissão de honra de Luís Filipe Vieira. 
De certeza que não é um problema de falta de aulas de cidadania! Não, todos eles tiveram cidadania a mais.
Bem diz o Rui Rio que o sistema político e a justiça são dos dos maiores cancros do país.


terça-feira, 8 de setembro de 2020

Às Arrecuas Em Todo o Seu Esplendor

O secretário d'estado, João Costa de sua graça, meteu-se numa embrulhada. Escudado por uma informação da inspeção de educação, entrou de leão e mandou a escola reverter a decisão que tinha tomado de passar os alunos.
Portanto, com aquela falsa sonsice chuchalista vem dizer que não foi dele o despacho que reprovou os alunos e que até quer que os mesmos transitem de ano. Portanto, os alunos devem passar de ano, mas algum marciano decidiu que devem chumbar. Percebem?
Desesperado e já com pios de sendeiro, chama mentiroso ao professor Braga da Cruz e enreda-se nos argumentos que criou para defender a asneira. Não foi ele que reprovou, foi alguém que desconhece; quer que os alunos transitem, mas podem chumbar se o  tribunal o decidir! Manhoso.
Vejam que vale a pena.