domingo, 13 de maio de 2018

Está à Vista De Todos



Qual é o problema mais grave das escolas? 


Não é a escassez de recursos humanos.
Nem as baixas médicas.
Nem os computadores fora de uso.
Nem a falta de internet.
Nem obras.
Nem o Centeno.
Nem a descentralização.

um problema bem maior.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Eu, Eu, Eu, Eu, Eu, Eu


Incêndios. Marcelo não se recandidata se falhar tudo outra vez

“não há comparação” entre a situação vivida pela banca há um ano e hoje. “Houve meses — eu durmo pouco, mas durmo ainda algumas horas — em que dormi um bocadinho menos bem, não porque houvesse riscos na vida dos portugueses, mas porque havia vários nós górdios que era preciso resolver. E estava difícil de resolver”. 

A Recuperação Económica Deve-se a Passos; a Austeridade Gerou Crescimento


Vital Moreira é mais demolidor ao atribuir a recuperação económica às políticas que vinham do anterior executivo: “A retoma económica já vinha de trás, desde o final de 2013, e foi essencialmente puxada pela retoma económica europeia, pelo boom turístico e pela política monetária expansionista do BCE, pelo que teria existido, mais décima menos décima, qualquer que fosse o governo”.

“Não foi o fim da austeridade que gerou o crescimento, mas sim o contrário: foi a retoma iniciada anteriormente na economia e no emprego que proporcionou as condições orçamentais para desactivar os cortes nos rendimentos e nas prestações sociais”, sublinha.

Este socialista sabe bem o que diz.

sábado, 5 de maio de 2018

Crime Organizado



«Enquanto as suspeitas eram apenas sobre Sócrates era uma coisa, o caso mudou de figura quando se soube de Manuel Pinho. As pessoas poderiam começar a perguntar-se se haveria outros a receber dinheiro», explica uma fonte socialista, defendendo que isso tornou imperativo uma demarcação clara em relação ao ex-líder do PS.

Isto parece um filme de terror. Os governantes socialistas roubam milhões de euros aos portugueses, durante anos. Primeiro ministro e ministro - e sabe-se lá quantos mais - formavam uma quadrilha que estava no poder apenas para roubar o povo.
O TGV, as autoestradas, o aeroporto, negócios com corruptos brasileiros e venezuelanos, faceoculta, freeport  e todos os grandes negócios concluídos ou projetados nos anos de ouro chuchalistas não visavam desenvolver o país, mas sim fazer circular milhões de euros dos cofres públicos para contas offshore do gang que estava no governo.
Estavam ao lado e não vira. Reuniam-se às mesas de trabalho e do restaurante e  não sabiam...
Onde está o democrata Manuel Alegre?
Por que não se ouve a sua voz?


sexta-feira, 4 de maio de 2018

Empregos Para a Família e Dois Subsídios De Deslocação Por Cada Viagem Que Não Se faz


Foram precisos três anos e meio para o PS dizer ter “vergonha” do caso Sócrates. Ironicamente, o envergonhado de serviço foi Carlos César, o presidente do partido que não tem vergonha de cobrar viagens em duplicado nem de ter metade da família empregada no Estado. Em boa verdade, César foi por lã e saiu tosquiado



Suínos em Pocilga

Nação Valente


“Vamo-nos ajeitando, é uma caraterística portuguesa, o desenrascanço, estas escolas são o fruto do desinvestimento nas expressões motoras e plásticas. Tanto se aposta em português e matemática que os alunos até saturam e não há grandes resultados”, disse João Viveiro, diretor do agrupamento de Escolas Guilherme Correia de Carvalho, em Seia.

Não investes em equipamento para as crianças terem expressões, preferes os tabletes e as cadeiras com rodinhas e ainda tens a lata de vir dizer que há desinvestimento nas expressões? 
O que devias explicar é como sujeitas as crianças a uma prova para a qual não as preparaste. Deves estar à espera de bons resultados! Ou não queres saber porque os resultados não contam.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Extremismo



Queres dizer que, tal como a saúde, a escola pública é para todos mesmo para os que não são portugueses e aqueles que não têm documentos, certo?
Errado. A escola pública serve primeiro os que estão na sua área geográfica. Os restantes serve se tiver lugar.
Batatinha.

sábado, 21 de abril de 2018

Saiu-lhe A Sorte Grande



Os plesidents da junta preparam-se para receber o prémio que há muito perseguem: tomar conta das pessoas que estão nas escolas: professores, funcionários, alunos e todas as famílias. Uma autêntica lotaria.
Já afiam os dentes para trinchar as novas competências e demorará pouco até começarem a dar ordens diretas aos diretores e, mais algum tempo, a tomar conta das admissões dos professores.