domingo, 17 de julho de 2011

I N C O M P E T E N T E

O senhor girasso que encima estas palavras é o director do Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE) do M.E, doutor Hélder Dinis de Sousa. Ou seja, é o responsável pelos exames.
Antes de subir de posto era o responsável técnico dos exames, hoje é director do GAVE (embora a página electrónica deste serviço, por conveniência, o omita.
Ele é o principal responsável pela hecatombe nos resultados dos exames nacionais do Ensino Básico e Secundário deste ano. 
Foi ele :
  • que relacionou...as descidas com "o ajustamento do nível de exigência" dos exames.
  • Foi ele o mentor da das novas regras para correcção dos exames.
  • Foi ele que inventou a "formação para professores classificadores" dirigida aos professores que corrigiam exames há mais de 10 anos.
  • Foi ele que criou a "bolsa de professores classificadores" e depois, percebendo que tinha feito mal as contas sobre o número de professores necessários, entregou exames para corrigir a professores que não estavam nessa bolsa e que não tinham feito a "formação", pondo em causa, segundo os seus critérios, a equidade e a uniformização da correcção.
  • Foi ele que inventou a formação de professores classificadores ao sábado, criando uma confusão nacional que só amainou porque foram mudadas as datas de "formação" para dias úteis.
  • Foi ele que criou o sui generis "contrato" entre o ME e os "professores classificadores". E que induziu os professores assiná-lo, como se fossem obrigados a fazê-lo.
  • Foi ele que deixou de pagar aos professores a correcção dos exames, defendendo que era uma função inerente à profissão.
  • Foi ele que se passeou pelo país em acções de formação de "leitura dos resultados do exames nacionais".
  • Foi ele que fez cessar as reuniões prévias à correcção para uniformização de critérios.
  • Foi ele que mandou alterar os critérios de correcção uma e duas vezes em cima do prazo de entrega das provas corrigidas, como bem denunciou o Paulo Guinote.

Como ainda não teve tintins para se demitir, DEMITAM-NO por incompetência.
E não me digam que estão à espera da remodelação que vão fazer em todas as chefias de serviço, a partir de Setembro, para o substituir nessa altura. É um erro crasso.
A responsabilidade por uma gestão tão incompetente do serviço de exames, a pior da última década, tem de ser assumida agora e é muito simples de assumir: uma vez que o senhor não sai, alguém o demita.

 
Reitor

Sem comentários:

Publicar um comentário