quarta-feira, 11 de março de 2009

Para o ano que vem vais participar no carnaval de Paredes de Coura

"Sendo certo que muitos professores não se aceitam (sic), o uso dos alunos nesta atitude inaceitável (sic), acompanharemos de muito perto a defesa do bom nome da escola, dos professores e de toda uma população que muito tem orgulhado (sic) o nosso país pela valorização que à escola tem dado (sic)." Margarida Moreira, directora regional de educação da região Norte.

"E na salvaguarda primeira das obrigações da escola - cumprir a sua missão de processos de socialização (sic) e de aprendizagem para os alunos (sic), razão central porque definiu as actividades de Carnaval (sic) nos documentos de acção educativa.", Margarida Moreira dixit

Estava tu, Margarida, a perorar sobre o bom nome das escolas que estão sob a tua sábia batuta e, sobretudo, sobre a razão central porque algumas delas definem o Carnaval como actividade escolar e educativa. Passados alguns segundos, sem contares e à falsa fé, o Eduardo Bastos resolveu dar um traque. Um senhor traque que acordou a terra inteira.

Preocupada em defenderes os interesses das criancinhas e o bom nome da população - como é teu timbre - foste a correr cobrir, sim, cobrir com o teu manto, o Eduardo Bastos de Paredes de Coura que comprou uma farda nova para o filho estrear no Carnaval e estava a ver que ninguém a gabava. Faça-se o Carnaval, ordenaste.
E que ganhaste tu com a diligência? Nada.
Incomodaste a Terleira, puseste mais umas dezenas de professores contra a Milú, permitiste que os portugueses vissem alguns professores de Paredes de Coura amordaçados. Enfim, em pleno séc. XXI deixaste passar a falsa imagem (sim, sim, falsa) de que este Governo persegue, censura, é anti-democrático, autoritário quanto baste, enfim. Só asneiras.

E agora Margarida, quando pensavas já ter chegado a bonança vem um pai Valente dizer que tu és, deixa ver se me lembro, que és:

"uma pessoa incompetente, surda, muda e cega.Só não podemos dizer que é autista, porque seria um insulto aos autistas". Diz o Valente.

Maior desfeita não te podiam ter feito. E logo a ti, uma pessoa preocupada com as crianças, os pais, as famílias. Era preferível que te dessem um murro no meio da testa, passe a expressão, do que fazerem-te este serviço.
Pedirem a tua demissão ainda vá que não vá. Estás habituada a isso. Agora, virem dizer que tu és "incompetente", "surda", "muda" e "cega" é de mais. Ultrapassa todos os limites. Se tivessem ficado pelo "incompetente", vá lá, ainda se percebia que o diziam porque queriam o teu lugar.

Surda, muda e cega? Santa Engrácia! Só faltou dizerem que não sabias escrever...

Digo-te do coração, Margarida, se fosse a ti nunca mais falava para o Valente nem para os pais do FCP, digo da FECAP.

E mais te aconselho: para o ano, disfarça-te muito bem, vai correr o entrudo com o teu amigo Bastos e aproveita para enviares umas farpas ao Valente a à FECAP.

Sempre ao teu dispor

Reitor

2 comentários:

  1. Está mal disposto?
    Vá aqui: http://portaria-59.blogspot.com/2009/03/o-melhor-pais-do-mundo.html

    ResponderEliminar
  2. Do melhor senhor Reitor

    ResponderEliminar